Marcelo Vicentini Marchetti

Advogado com atuação nas áreas de projetos, de direito público, compliance/anticorrupção e gestão jurídica, no setor de infraestrutura e construção.

 

Marcelo tem larga experiência em departamentos jurídicos de empresas líderes do segmento de engenharia e construção (Energia, Óleo & Gás, Indústria, Mineração e Logística), tendo sido responsável pela área de Contratos e Gestão Contratual da Camargo Corrêa e General Counsel no grupo de empresas formado pela Joint Venture entre a Toyo Engineering e a SOG Óleo & Gás para os negócios onshore (Toyo Setal) e offshore (Estaleiros do Brasil – EBR).

Formação Acadêmica


  • Mestre em Administração de Empresas (MBA), pelo IESE Business School.

  • Pós-graduação na FGV em Direito Empresarial.

  • Curso Avançado de Liderança pelo IMD Business School (IMD - International Institute for Management Development).

  • Bacharel em Direito pela Universidade Paulista.

Prêmios e Reconhecimentos


  • Prêmio de Destaque Individual por ter demonstrado liderança e melhora na visibilidade da área de contratos e gestão comercial – emitido pela ANGC – Associação Nacional dos Gestores de Contratos. Finalista do concurso mundial.

  • 4th Annual Global Awards for Excellence in Case Management pela WFMC – pela implantação de sistema de gestão da informação no jurídico, com automação da emissão de contratos e procurações.

  • Recomendado em Projects & Infrastructure e Arbitration pelo Leaders League (desde 2019).

  • Recomendado em Projects and Infrastructure pelo The Legal 500 (edição 2019).

Associações e Conselhos


  • Membro do comitê de Compliance das Empresas Toyo Setal e Estaleiros do Brasil (EBR).

  • Membro do Conselho Deliberativo do Instituto Brasileiro de Direito da Construção (IBDiC).

Principais casos


  • Assessoria ao Projeto São Lourenço, na construção de um sistema que terá capacidade de produzir 6,4 m3/s (6,4 mil litros por segundo) de água tratada, é composto por uma captação de água bruta, uma estação elevatória de alta carga com quatro bombas de 10.000 CV, 50 km de adutoras de água bruta e 30 km de adutoras de água tratada, com tubulações que variam de 2.100, 1.800, 1.200 e 800 mm de diâmetro; uma estação de tratamento de água com capacidade para 6,4 m³/s e reservatórios com 125.000 m³ de capacidade.
    http://sinaenco.com.br/noticias/sistema-produtor-sao-lourenco-uma-das-maiores-obras-de-saneamento-do-pais-sera-inaugurada-em-2017/

  • Assessoria na criação de corredores de transporte dutoviário e hidroviário de etanol, que capta e o transporta por dutos que interligam as principais regiões produtoras do País aos grandes centros de consumo do combustível, tais como as cidades de Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro. O Sistema Logístico Multimodal de Etanol se integra de forma multimodal ao sistema de distribuição já existente.
    http://www.logum.com.br/php/o-sistema-logum.php

  • Assessoria na concessão CCR, para a construção do Metrô Bahia. A obra realizou a construção das linhas 1 e 2 do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas.
    http://www.ccrmetrobahia.com.br/metro-bahia

  • Assessoria na duplicação da Estrada de Ferro Carajás (EFC). Administrada pela Vale, a estrada tem 892 quilômetros de extensão e a obra previu a duplicação de 570 quilômetros desta malha, incluindo a construção de um ramal ferroviário com 101 quilômetros.
    https://www1.folha.uol.com.br/mercado/2018/07/em-marco-historico-vale-conclui-expansao-da-estrada-de-ferro-carajas.shtml

  • Assessoria na construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte. Com capacidade instalada de 11.233,1 MW e quantidade média de geração de energia de 4.571 MW, Belo Monte se firmou como a maior hidrelétrica 100% brasileira. Foram cerca de 24 unidades geradoras instaladas.
    https://www.norteenergiasa.com.br/pt-br/uhe-belo-monte/uhe-em-numeros

  • Assessoria na construção da Usina Hidrelétrica Jirau na Ilha do Padre, a 120 quilômetros medidos ao longo do Rio Madeira da cidade de Porto Velho, capital do estado de Rondônia. A Usina, quando concluída, terá capacidade instalada de 3.750 MW, suficiente para abastecer mais de dez milhões de residências.
    https://www.esbr.com.br/a-usina

  • Assessoria gestão de contrato e acompanhamento jurídico para a montagem de Angra 3. A usina é a terceira das usinas nucleares que deu origem à Central Nuclear Almirante Álvaro Alberto, localizada na Praia de Itaorna e que está em fase de instalação.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Angra_3

  • Assessoria na construção da Refinaria Abreu e Lima. A obra que está sendo construída em Ipojuca, no litoral sul do estado brasileiro de Pernambuco, está em operação parcial, com autorização para produzir 100 mil barris de petróleo/dia.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Refinaria_Abreu_e_Lima

  • Assessoria na construção do Mineroduto Minas Rio. Com 525 quilômetros de extensão, e atravessando 32 cidades nos dois estados, a obra tem capacidade para transportar 26,5 milhões de toneladas de minério de ferro por ano e é o maior mineroduto do mundo. Em São João da Barra, o minério chega ao terminal marítimo de Porto do Açu onde é embarcado para seu destino final, as siderúrgicas asiáticas, principalmente para a produção de aço na China.
    https://pt.wikipedia.org/wiki/Mineroduto_Minas%E2%80%93Rio

  • Assessoria na construção do projeto hidrelétrico de Ituango, o maior projeto de infraestrutura atualmente realizado na Colômbia. Localizado no rio Cauca, na Colômbia, a cerca de 170 quilômetros da cidade de Medellín a usina vai ser responsável pela geração de 2.400 MW.
    https://www.hidroituango.com.co/proyectos/proyecto-hidroelectrico-ituango/38

  • Assessoria na instalação do navio-plataforma P-74. A unidade que produz, armazena e transfere petróleo será ancorada a cerca de 200 km da costa, posicionada em profundidade d´água de 2 mil metros e será conectada a 9 poços produtores.
    http://www.petrobras.com.br/fatos-e-dados/plataforma-p-74-chega-ao-campo-de-buzios-no-pre-sal-da-bacia-de-santos.htm

  • Assessoria na construção da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados V (UFN V). A obra vai ser responsável pelo abastecimento de gás natural será realizado pelo gasoduto Betim-Uberaba, de 457 km, que deverá transportar 3 milhões de m³/dia quando ficar pronto.
    https://petronoticias.com.br/archives/tag/ufn-v

Cadastre-se no nosso site